Exclusivo: administração Biden assume que pode facilitar acesso ao aborto com medicamentos

28 jun, 12:22

Kamala Harris falou pela primeira vez desde que o Supremo Tribunal acabou com o direito constitucional ao aborto no país. Numa entrevista exclusiva à CNN Internacional, a vice-presidente dos Estados Unidos disse que nunca acreditou que as opções do ex-presidente Donald Trump prevalecessem sobre um precedente legal de quase 50 anos.

Questionada se o governo vai aumentar o acesso ao aborto com medicamentos, Kamala Harris assume que sim.

"Acho que deixámos claro que o faremos na medida em que pudermos. Não há dúvidas quanto a isso. Mais uma vez, são medicamentos aprovados e, se forem receitados, as mulheres devem ter acesso a eles sem restrições", afirmou.

A vice-presidente também acredita que o Supremo se prepara para pôr fim a outros direitos existentes.

"Acredito certamente que isto não acabou. Acredito. Acho que ele [o juiz Clarence Thomas] apenas disse em voz alta o que era dito em surdina." 

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados