Eutanásia:"Era importante percebermos se devemos ter tempo limite entre o pedido e a realização", diz Miguel Ricou

9 jun, 23:06

Miguel Ricou, professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida acredita que foi perdido muito tempo a discutir o conceito de doença rara incurável.

O Parlamento voltou a aprovar a eutanásia, mas ainda está longe de ficar na lei a figura da morte assistida.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados