“Estão a matar o melhor do nosso país”. Viúvas, mães e pais enlutados lembram os que morreram a defender a Ucrânia

Jornalista TVI e TVI24.
14 mar 2023, 21:41

Volodymyr Zelensky e todo o seu estado-maior decidiram continuar a defender Bakhmut do assalto de tropas russas. Kiev considera que as grandes baixas sofridas pela Rússia na batalha pela cidade são motivo suficiente para tentar resistir. Na Ucrânia, celebrou-se o Dia Nacional do Voluntário, em que se lembraram os que morreram em combate.

Europa

Mais Europa

Patrocinados