“Esta cimeira foi marcada por um reforço claro da NATO”, diz António Costa

30 jun, 12:52

António Costa, que se encontra em Madrid na Cimeira da NATO, disse que “esta cimeira foi marcada por um reforço claro da NATO”.

O primeiro-ministro revelou “que foram aprovadas novas medidas de apoio globais à Ucrânia, entendendo-se o apoio à Ucrânia como elemento essencial para a dissuasão de qualquer risco de ataque a uma parcela do território da NATO e também para reforçar a nossa capacidade de defesa”.

No seu discurso, António Costa destacou ainda “dois momentos muito importantes” na Cimeira. O primeiro diz respeito ao facto de ter havido a “oportunidade de acolher quatro parceiros fundamentais da região do indio-pacífico, a Austrália e a Nova Zelândia, o Japão e a Coreia do Sul, e com eles discutir as ameaças que são ameaças globais”. O segundo ponto de destaque refere-se ao facto de “pela primeira vez” ter acontecido “uma reunião entre a NATO e a UE, o que é por isso particularmente histórico”, disse.

“Desta cimeira de Madrid podemos registar mais um marco histórico desta Aliança”, concluiu o primeiro-ministro.

Europa

Mais Europa

Patrocinados