Especialistas portugueses: “Calúnias, difamações, ameaças e insultos são quase diários”

4 jan, 19:27

Gustavo Carona, médico da Unidade dos Cuidados Intensivos no Hospital Pedro Híspano, em Matosinhos, é um dos especialistas portugueses que reconheceu que tem sido alvo de ameaças desde o início da pandemia. O médico considera que quando os elementos da comunidade científica são atacados, a sociedade e a democracia também o são, reconhecendo que é alvo de “calúnias, difamações, ameaças e insultos” numa periocidade quase diária.

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados