Especialista explica porque o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos se recusou a pronunciar sobre o caso de Archie

3 ago, 21:11

O advogado Paulo Saragoça da Matta elencou as razões pelas quais o TEDH afirmou que não tinha jurisdição sobre o caso do menino britânico de 12 anos em morte cerebral e rejeitou "interferir em decisões dos tribunais nacionais".

Europa

Mais Europa

Patrocinados