"Enquanto a comunidade curda não se sentir segura em França, dificilmente vai haver paz social"

7 jan, 10:46

Uma grande marcha da comunidade curda realiza-se este sábado em França, homenageando dois acontecimentos importantes: os dez anos do assassinato de três mulheres curdas e o mais recente ataque a três cidadãos em Paris. 

Isabel David, professora no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, considera que, apesar de esta manifestação parecer "mais pacífica" do que as que têm marcado as últimas semanas, é possível que se verifiquem atos de violência - nomeadamente, entre os curdos e nacionalistas turcos ou entre diferentes partidos políticos. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados