Energia dos fogos de Chaves, Vila Real ou Bragança dava para iluminar Aveiro “durante três dias"

18 jul, 22:07

Sílvia Nunes, investigadora do Instituto Dom Luiz, explicou que os mais recentes incêndios registados em Chaves, Vila Real ou Bragança, com uma intensidade na ordem dos 900 megawatts, produzem uma energia que era capaz de deixar o “município de Aveiro completamente iluminado” durante “três dias”. 

“Quem está no terreno não consegue combater fogos com esta intensidade”, resumiu a especialista. 

Segundo Sílvia Nunes, as ondas de calor estão cada vez mais frequentes e duradouras, à boleia das alterações climáticas. “Nunca tivemos uma onda de calor durante tanto tempo. E estamos a bater recordes de temperatura”, afirmou no Jornal da CNN. 

As perspetivas mais “dramáticas”, reconheceu a investigadora, mostram que, “se não conseguirmos fazer nada, podemos ter 10 ondas de calor por ano”. 

País

Mais País

Patrocinados