"É uma derrota significativa para Israel, a decência está do lado dos palestinianos". Agostinho Costa explica

Especialista em assuntos de segurança
8 jun, 22:29

A propósito da libertação de quatro reféns do Hamas, este sábado, pelas forças israelitas, o major-general Agostinho Costa esclarece que a operação “nem foi feita por Israel, mas sim com o apoio dos EUA”, que “cedeu a coluna humanitária”. “Para libertar quatro reféns ao fim de 246 dias matam 241 civis e precisam do apoio norte-americano, está tudo dito”, observa.

O comentador da CNN Portugal sublinha ainda que esta “é uma derrota significativa” para o governo de Netanyahu, no sentido em que “está fora do contexto da legalidade internacional e da moral”. “Basta ver como é que saem os preços que Israel tem nas suas masmorras, que são 8.260, e o aspeto da rapariga que foi libertada”.

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados