"É absolutamente inenarrável que a polícia possa matar um jovem por não parar num operação de STOP"

1 jul 2023, 14:04

Cristina Semblano, antiga professora na Universidade Sorbonne, analisa as manifestações em França depois da morte de Nahel, um jovem de 17 anos, às mãos a polícia.

Desde 2020, "o número de mortes nas operações de STOP, é o dobro daquele que foi na década de 2010", explica Semblano. Isto porque, em 2017, "entrou em vigor uma alínea de um artigo que permite à polícia fazer aquilo que este polícia fez com jovem Nahel". A primeira coisa a fazer é "abolir esse artigo", diz a antiga professora.

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados