É a palmada um ato educativo? “Não há vantagem em bater numa criança”, é só “um ato de humilhação” e “uma falha do adulto”

13 jan, 11:55

Três em cada dez pessoas admite que bate nos filhos. De acordo com o estudo “Será Que Uma Palmada Resolve”, do Instituto de Apoio à Criança, 30% das pessoas “ainda consideram poder usar-se castigos corporais em crianças”.

Catarina Ribeiro, psicóloga, professora universitária, perita em avaliação psicológica forense e investigadora na área da violência e vitimização das crianças, esteve esta sexta-feira no CNN Hoje, onde explicou porque bater numa criança não passa de “um ato de humilhação” e “uma falha do adulto”.

Família

Mais Família

Mais Vistos

Patrocinados