Dos elogios aos portugueses, à contenção devido às legislativas. A mensagem de Natal de António Costa

25 dez 2021, 22:16

Naquela que é a sétima mensagem de Natal de António Costa enquanto primeiro-ministro, o foco deste ano esteve na ainda sem fim luta contra a pandemia, no papel de cada um dos portugueses e no impacto não só na saúde, como também na educação e na economia que o novo coronavírus tem tido - “apesar de o emprego já ter recuperado plenamente” e de Portugal ter retomado “um crescimento robusto”, garantiu.

O primeiro-ministro António Costa alertou ainda para o impacto do surgimento de novas variantes e para a importância de manter toda a confiança na vacinação, que classificou como "a arma mais eficaz no combate à pandemia".

No final da sua mensagem de Natal, António Costa disse que, enquanto primeiro-ministro e por estar em “período eleitoral”, tem “um especial dever de ser contido”.

Governo

Mais Governo

Patrocinados