Donbass: "Se não houver uma reação ucraniana é natural que as forças russas acabem por dominar"

30 mai, 19:56

"É verdade que o avanço tem sido lento, mas apesar de tudo tem sido concretizado", diz José Palmeira sobre a ofensiva russa no Donbass. O professor da Ciência Política da Universidade do Minho acredita que, mais tarde ou mais cedo, "se não houver uma reação ucraniana mais efetiva é natural que as forças russas acabem por dominar todo o território". Por outro lado, explica que a Ucrânia espera obter mais apoio militar do ocidente, sobretudo equipamento militar "mais sofisticado", que lhe permita uma contraofensiva. "Falta saber se isso acontecerá em tempo útil".

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados