Diplomata russo na ONU que renunciou ao cargo "certamente não será o último a pronunciar-se publicamente"

23 mai, 19:22

Boris Bondarev, um diplomata veterano russo da delegação da ONU em Genebra, renunciou ao cargo esta segunda-feira, alegando que nunca teve tanta vergonha do seu país como no dia da invasão da Ucrânia.

Para o comentador da CNN Portugal Sebastião Bugalho, este pedido de demissão constitui um “um bom sinal” para o Ocidente, uma vez que demonstra o "impasse político" que atualmente se vive na Rússia na sequência da guerra.

Europa

Mais Europa

Patrocinados