Dinamarca deixou de considerar a covid uma doença grave. “É previsível que Portugal evolua também para a mesma situação”

1 fev, 12:33

À CNN Portugal e olhando para o que vai acontecendo noutros países e regiões, Filipe Froes, pneumologista, coordenador do Gabinete de Crise da Ordem dos Médicos para a a covid-19, diz que “o que estamos a assistir na Dinamarca é uma situação de esperança, pela qual tantos lutaram e tantos sacrificaram e é fruto de todas as medidas que foram feitas até agora”.

“O que aconteceu na Dinamarca é que deixaram de considerar a pandemia [covid-19] uma doença crítica e estão a evoluir para uma fase mais endémica, mais normal”, explica.

Quanto a Portugal, o especialista diz que o país “está um bocadinho atrasado”, seja em termos de pandemia como também de taxa vacinal de reforço, mas “é previsível” que “evolua também para a mesma situação”.

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados