De volta às reuniões com o Governo, professores querem "negociação rápida" - mas não assinam "a qualquer custo"

21 mai, 09:10

O Governo recebe esta terça-feira as organizações sindicais para a última reunião negocial com vista à definição dos termos para a recuperação do tempo de serviço dos professores.

Cristina Mota, do Movimento "Missão Escola Pública", alerta que há ainda “vários problemas” para dar resposta até ao início do próximo ano letivo. 

Menos de um mês após a primeira reunião, o processo negocial deverá ficar concluído, depois de a tutela e sindicatos terem apresentado várias propostas e contrapropostas.

Governo

Mais Governo

Mais Vistos

Patrocinados