De cadeira de rodas, emocionado, o bombeiro Rosinha fez gente chorar ao pedir um Portugal melhor

10 jun, 12:10

Rui Rosinha, o bombeiro que ficou gravemente ferido nos incêndios de junho de 2017, discursou durante a cerimónia militar comemorativa do Dia de Portugal, em Pedrógão Grande. “Ao comemorarmos o 10 de junho aqui, não podemos esquecer o recente passado. Foi uma das maiores e mais mortíferas catástrofes de Portugal”, começou por dizer. O bombeiro deixou ainda críticas. “Muito se falou e prometeu, mas pouco chegou ao território”

País

Mais País

Mais Vistos

Patrocinados