Daniel Litvak é suspeito de corrupção em dezenas de naturalizações

12 mar, 15:11

O líder religioso da comunidade judaica do Porto está proibido de sair do país e sujeito a apresentações periódicas às autoridades.
Daniel Litvak é suspeito de ter sido corrompido em dezenas de processos de atribuição de cidadania Portuguesa a descendentes de Judeus Sefarditas, nomeadamente no caso de Abramovich

País

Mais País

Patrocinados