Crime no Pico: Ruth Hager poderá ser a chave do mistério

Jornalista da editoria de Sociedade. Acompanha as áreas de Justiça e Administração Interna.
27 set, 23:06

O alemão que já confessou ter matado dois homens na ilha do Pico, nos Açores, manteve-se em silêncio e continua a não revelar onde depositou os restos mortais das vítimas.

O plano B das autoridades passa agora por Ruth Hager, uma mulher misteriosa de quem pouco se sabe e que chegou à ilha em 2006 acompanhada pelo marido, que desapareceu sem deixar rasto.
 

País

Mais País

Patrocinados