«Corinthians? Sou emocional e intuitivo: às vezes dou-me bem, noutras...»

25 fev, 18:54

Vítor Pereira partiu nesta sexta-feira para o Brasil, onde irá orientar o Corinthians. O treinador português diz que a dificuldade do desafio foi uma das principais razões para aceitar o convite do 'Timão', uma vez que tem um perfil «de loucura».

«Eu e o Corinthians temos um bocadinho do mesmo ADN: um ADN louco. Eu sou um bocadinho louco, escolho sempre projetos que me desafiam e nos quais eu sinto que a paixão está lá», começou por dizer, antes de elogiar o Brasileirão.

«O que me convenceu também foi campeonato, que é competitivo, a qualidade dos jogadores, o facto de o clube ter uma massa adepta incrível. E o presidente que insistiu, insistiu, insistiu e insistiu até que me convenceu. Eu sou muito emocional e intuitivo. Às vezes dou-me bem, noutras vezes dou mal», acrescentou.

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados