Como prato nacional, o Borsch tem a alma da Ucrânia. Fomos aprender a receita com três refugiados (que querem abrir um restaurante em Lisboa)

Jornalista desde 2013, debruçando-se sobre as áreas da Política, Economia e Cultura. Passou pelas redações do Negócios, RTP e Açoriano Oriental. É formado em Ciências da Comunicação e Curadoria de Arte.
4 jun, 10:00

Um dos elementos que continua a ligar os refugiados ucranianos ao país natal é a gastronomia. Em Lisboa, três refugiados vindos de Donetsk e Kharkiv preparam-se para abrir um restaurante com os sabores da Ucrânia. O borsch, a sopa rica que é prato nacional, promete ser o grande atrativo. Fomos perceber como se faz esta receita

Europa

Mais Europa

Patrocinados