"Com os mercenários russos tudo é possível. A Wagner patrocina a detenção de cidadãos com passaportes ocidentais"

Com carreira militar iniciada em 1983 na Escola Prática de Cavalaria, o tenente-general Marco Serronha é vice-presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, tendo especialização militar no continente africano.
23 jun, 19:44

Um cidadão luso-belga foi detido e acusado de terrorismo na República Centro-Africana. O tenente-general Marco Serronha, que tem experiência na região, garante que “não é a primeira vez que isto acontece” e que faz parte das “narrativas” da Rússia. 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados