Cólera em Mariupol? "Já era esperado. Os corpos estão a deteriorar-se e são milhares deles"

7 jun, 09:28

Em Mariupol foi decretado um confinamento devido a um surto de cólera naquela região. Ireneu Teixeira explica que as condições em que os resistentes se encontram na cidade são propícias ao contágio. "São mais de 16 mil corpos que estarão por lá empilhados, além dos que estão entre os destroços nos edifícios". 

O jornalista diz ainda que Mariupol é a zona mais quente da Ucrânia e que o problema de cólera "já era esperado". "Os corpos estão a deteriorar-se", afirma. "Ou a situação é tratada logo inicialmente ou a mortalidade pode chegar aos 60%". 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados