CNE garante que é possível votar em segurança nas legislativas

8 jan, 13:34

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) afirma que os portugueses, mesmo os que estiverem em isolados, não podem ser impedidos de votar nas eleições legislativas de 30 de janeiro.

De acordo com o porta-voz da CNE, João Tiago Machado, nem durante os diferentes estado de emergência se colocou em causa qualquer direito político dos cidadãos.

Dessa forma, "cabe a cada um dos eleitores confinados poder, ou não, exercer o direito de voto".

João Tiago Machado admite algum receio de quem não está infetado votar nos mesmos locais de pessoas infetadas, mas lembra que não se registou qualquer surto nas três eleições realizadas anteriormente em Portugal, já todas em pandemia.

Decisão 22

Mais Decisão 22

Patrocinados