Chega “acha” que ministro mentiu. Gomes Cravinho responde: “Mais do que simplesmente achar é preciso mostrar”

24 jan, 17:38

O presidente do Chega entende que João Gomes Cravinho já não deveria estar no Governo, acusando o ministro de ter autorizado o acréscimo dos custos das obras do Hospital Militar de Belém e de “achar” que este mentiu no Parlamento. Na Comissão Parlamentar dos Negócios Estrangeiros, desta terça-feira, Gomes Cravinho lembrou que “mais do que simplesmente achar é preciso mostrar”.

Governo

Mais Governo

Mais Vistos

Patrocinados