Centros de saúde recebem mais portugueses, mas afluência "não reduz procura pelas urgências hospitalares"

23 dez 2022, 13:29

Os centros de saúde alargaram os horários e, em alguns casos, estão a atender o dobro dos doentes.

Mas a situação tem tido pouco impacto na redução da procura pelas urgências hospitalares.

O balanço é feito pela Associação de Medicina Geral e Familiar, que defende um sistema de urgências com a referenciação do doente pela Saúde 24 ou pelo médico de família.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados