Catarina Martins "estranhou" a abertura do PAN com a direita e Inês de Sousa Real só estabeleceu um limite: o Chega. O debate em três minutos

10 jan, 23:22

O início do frente a frente entre Catarina Martins e Inês de Sousa Real foi marcado por trocas de acusações sobre o avanço da extrema-direita após o chumbo do Orçamento do Estado. 

A porta-voz do PAN acusa a coordenadora do Bloco de Esquerda de "estender a passadeira a forças populistas e antidemocráticas". Na resposta, Catarina Martins aponta o dedo ao próprio PAN por colocar em cima da mesa um entendimento com a direita. Ainda assim, Inês de Sousa Real garante que apertar a mão ao Chega está fora de questão.

O essencial em três minutos de um debate em que se falou também da eficácia das taxas agropecuárias e do custo de implementar um Rendimento Básico Incondicional.

VEJA MAIS:

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados