Caso EDP vai ser sorteado por sete juízes: "É importante perceber o que se está a passar", diz Rogério Alves

27 dez 2021, 18:04

O vice-presidente do Conselho Superior da Magistratura, José Sousa Lamareira, tinha decidido distribuir os processos de Ivo Rosa por três juízes. Agora, recuou e definiu que vão ser sorteados aleatoriamente por sete juízes do Tribunal Central de Instrução Criminal.

A decisão vai ser colocada em prática a partir do dia 4 de janeiro com o fundamento de repartir igualmente o serviço judicial.

Rogério Alves confessa não ter ficado “propriamente surpreendido” com a decisão de retirar o juiz Ivo Rosa do processo EDP, mas frisa ser “importante perceber o que se está a passar”.

O advogado e comentador da CNN Portugal considera ainda que "parece haver uma confusão sobre a custódia dos processos”.

A alteração surge uma semana depois do juiz Carlos Alexandre ter decretado prisão domiciliária ao antigo ministro Manuel Pinho e ter aplicado uma caução de seis milhões de euros, a maior de sempre em Portugal.

País

Mais País

Patrocinados