Caso da Mouraria “é apenas a ponta do iceberg de uma crise de habitação estrutural”

7 fev 2023, 17:08

As 16 pessoas que viviam no interior de um espaço comercial que ardeu na Mouraria pagavam cinco euros por noite. A proprietária do espaço disse desconhecer que o local tinha sido subarrendado.

O geógrafo Luís Mendes esteve esta tarde na CNN Portugal para analisar o caso, que, diz, é apenas a ponta do iceberg de uma crise de habitação estrutural.

Imobiliário

Mais Imobiliário

Mais Vistos

Patrocinados