“Casa, estamos em casa. A melhor terra do mundo”. Militares do Batalhão Azov regressam à Ucrânia após troca de prisioneiros

Jornalista TVI e TVI24.
22 set, 21:29

Às primeiras horas desta quinta-feira ficou a saber-se que Rússia e Ucrânia efetuaram a maior troca de prisioneiros desde o início da guerra. O governo ucraniano recuperou 215 soldados, incluindo comandantes do Batalhão Azov, e o retorno foi feliz.

Europa

Mais Europa

Patrocinados