Caos no Aeroporto de Lisboa: "Há muito que se sabia que isto ia acontecer". A análise do antigo Bastonário dos Engenheiros

4 jul, 09:39

Carlos Matias Ramos, antigo bastonário da Ordem dos Engenheiros, olha para a decisão de Pedro Nuno Santos sobre avançar com um aeroporto no Montijo, entretanto revogada por António Costa, com "alguma expectativa".  

"Olhando para o despacho, verifica-se que há ali um raciocínio lógico, apesar de haver uma passagem que eu não entendo, que é a passagem pelo Montijo. Isto é, a construção de uma infraestrutura que depois rapidamente, e em função daquilo que fosse a evolução para Alcochete, seria descartada e ficaria ali um mono", explicou. 

O especialista relembrou que estes problemas no Aeroporto de Lisboa não são de agora e que o incidente com um avião na sexta-feira e que obrigou à suspensão do tráfego aéreo, só prova que o aeroporto "não está preparado para situações de emergência". 

"Porquê? Porque só tem uma pista. Quando essa pista está ocupada, o aeroporto acabou". 

Carlos Matias Ramos defendeu ainda que “há muito que já se sabia que isto ia acontecer” – o caos no Aeroporto de Lisboa – porque em dezembro de 2016 foi divulgado um relatório que alertava para isso mesmo.

País

Mais País

Patrocinados