Caminho sinodal e “guerra civil” na igreja? “Em todos os processos existem os que vão mais à frente e os que vão mais atrás”

5 set, 22:44

Sobre a divisão da igreja católica sobre o Sínodo, o Papa Francisco admitiu que há processos para “amadurecer a igreja” que se vão “sedimentando muito lentamente”. Questionado por Maria João Avillez sobre se há “quase uma guerra civil dentro da igreja”, responde assim: “Graças a Deus que é uma guerra civil. Pior seria uma guerra eclesiástica”, ironiza.

“Em todos os processos existem os que estão bem no processo, os que vão mais à frente, os que vão mais atrás. É preciso deixar que os processos acabem. E aí vai-se sedimentando lentamente, muito lentamente, um conceito”, refere em entrevista exclusiva à TVI/CNN Portugal.

Quanto a si, nestes processos, sublinha que “o bom pastor tem de estar com os que estão mais à frente, tem de estar no meio, e tem de estar atrás”. “Um pastor que está apenas num sítio não serve.”

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados