Cálculo das pensões "não será imediato e tem de ser ponderado e debatido", considera Medina

9 set, 14:20

O ministro das Finanças admite que é preciso discutir a fórmula de cálculo das pensões em Portugal, ainda que a previsão para o debate não seja para já, porque “estamos num ano execional de inflação muito alta, temos de garantir a sustentabilidade da Segurança Social e das Finanças Públicas Portuguesas”.  

Governo

Mais Governo

Patrocinados