“Caça à multa às escondidas”. ACP elogia radares, mas quer dispositivos para os localizar, e diz que reduzir 10 km/h em Lisboa é “perfeitamente estúpido”

1 jun, 12:44

Carlos Barbosa, presidente do Automóvel Club de Portugal (ACP), elogiou a substituição dos radares de controlo de velocidade em Lisboa. Ainda assim, o responsável da ACP diz que os dispositivos tecnológicos que permitem saber a localização destes equipamentos de controlo deveriam ser legais em Portugal, tal como acontece em quase todos os países do mundo, acrescentando que existe uma “caça à multa às escondidas”. Quanto à proposta da oposição de Moedas na Câmara Municipal, que visa diminuir a velocidade máxima em 10km/h na capital, o presidente da ACP classifica-a como “perfeitamente estúpida”.

País

Mais País

Patrocinados