Brilhante Dias sai em defesa de Carlos Pereira: "Os deputados têm o direito de fazer reuniões preparatórias com quem entendem, quando entendem: faz parte"

13 abr, 20:20

O líder do grupo parlamentar socialista diz que também ele só teve conhecimento posterior da "reunião secreta" no parlamento com os assessores do Governo e a então presidente da TAP.

Não é um encontro usual, reconhece, mas defende o direito dos deputados a se reunirem com "quem entenderem, quando entenderem". 

E como é que Christine Ourmières-Widener teve conhecimento da reunião? A resposta de Brilhante Dias é esta: "Perdoem-me a expressão, mas é irrelevante". 

Governo

Mais Governo

Patrocinados