Boicote dos polícias à final da Taça seria "uma machadada" e devia "preocupar" os sindicatos

25 mai, 19:11

O comentador Miguel Relvas garante que o possível boicote da final da Taça, no Jamor, por parte de um movimento inorgânico de polícias, é "uma machadada na concertação, no Estado de direito e no papel dos sindicatos". A posição dos polícias dificulta as negociações: "Não posso negociar com os sindicatos numa posição de chantagem".

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados