BE vs Chega e acusações de terrorismo: "Que tivessem pelo menos a decência de repudiar a prática de atos violentos enquanto arma de luta política"

17 fev, 17:53

No debate entre Mariana Mortágua e André Ventura, na terça-feira, o candidato do Chega acusou membros do BE de atividade nas FP25 e, por sua vez, a candidata bloquista garantiu que Pacheco de Amorim esteve no MDLP. 

Em análise a estas declarações, o advogado Nuno Gonçalo Poças diz ter "muitas dúvidas" sobre se estes temas, que considera de "relevância histórica", devam ser discutidos num debate, "a menos que tenham servido para animar as respetivas claques e para fazer uma espécie de mobilização de eleitorados mais acérrimos".

"Isto é, no fundo, um lançar de porcaria de um lado para o outro sem que se consiga discutir a sério o que foram as duas coisas", conclui. 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados