"Aumento do número de internados em UCI não compromete o que se sabe da eficácia das vacinas"

24 nov, 18:33

Miguel Castanho, do Instituto de Medicina Molecular, considera "prudente" avançar com o reforço da vacinação contra a covid-19, através da terceira dose.

Sobre a vacinação das crianças, o investigador considera que não há "dados suficientes" para sustentar qualquer posição, remetendo para as conclusões da Agência Europeia do Medicamento, a apresentar esta quinta-feira.

"Se não houver uma demonstração cabal de que as crianças precisam da vacinação, não há razões para avançar", concluiu.

Covid-19

Mais Covid-19