Ativistas climáticos rejeitam acordo com o Ministério Público e preferem ir a julgamento

Jornalista da editoria de Sociedade. Acompanha as áreas de Justiça e Administração Interna.
14 nov, 21:25

Saíram em liberdade e serão julgados no final do mês os quatro ativistas detidos pela PSP por desobedecerem à ordem de dispersão.

Os jovens negaram o acordo com o Ministério Público e preferem ser julgados do que ficarem impedidos de participar noutros tipo de manifestações.

O ministro da Economia já aceitou reunir com os manifestantes. O encontro está marcado para esta terça-feira.

Clima

Mais Clima

Patrocinados