Ativista pró-democracia espancado na embaixada chinesa em Manchester. Pequim defende "espírito de luta"

21 out, 08:38

Há uma nova reação do Governo chinês ao incidente diplomático com o Reino Unido.

Depois da agressão a um manifestante anti-Xi Jinping junto ao consulado chinês em Manchester, o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros de Pequim veio a público defender o que qualificou como o "espírito de luta" da diplomacia chinesa.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados