“Até as galinhas têm medo das explosões”. Nadia tem 75 anos e é a única resistente num bairro da periferia de Kiev

23 mar, 22:34

“Normal, no princípio foi... mas agora ando por aí a alimentar os animais e não me preocupo com nada”, este é o testemunho de Nadia, que aos 75 anos recusa abandonar a sua casa nos arredores de Kiev, quase na zona de confrontos.

A idosa já é um apoio para as tropas ucranianas. “Nos primeiros dias cozinhava para eles, trazia-lhes chá e café. Agora eles já recebem comida. Vêm a minha casa para lavar as roupas e tomar um duche. Eles deixam aqui as suas roupas e eu lavo-as. Alguns vêm cansados, mas, em geral, são homens normais, de bom humor.”, explica.

Europa

Mais Europa

Patrocinados