Associação diz que Alto Comissariado para as Migrações ignorou alertas de ligações pró-Kremlin em acolhimento de refugiados

1 mai, 13:29

O presidente da Associação de Ucranianos em Portugal aponta o dedo ao Alto Comissariado para as Migrações na sequência das notícias que dão conta de associações de acolhimento de refugiados com ligações pró-Kremlin. Pavlo Sadokha afirma que os refugiados estão a ser enganados ao serem reencaminhados para as respetivas associações.

País

Mais País

Patrocinados