As cartas chegam, mas atrasadas. CTT admitem constrangimentos

3 mai, 21:24

No último mês têm-se registado atrasos constantes na entrega de correspondência dos CTT.

Os atrasos ultrapassam as três semanas e têm acontecido por exemplo na Área Metropolitana do Porto e em Penamacor.

Os CTT admitem constrangimentos, que estão relacionados, segundo a empresa, com a dificuldade em contratar carteiros.

País

Mais País

Patrocinados