Apesar do maior patrulhamento, angolanos manifestam-se em Luanda. “Nós queremos mudança”

Diretor TVI Norte
27 ago, 13:12

Vários manifestantes angolanos queixam-se das dificuldades em protestar em Luanda devido ao maior patrulhamento da polícia. A capital está este fim de semana super vigiada devido às cerimónias fúnebres de José Eduardo dos Santos e à chegada de vários chefes de Estado.

“Nós queremos mudança”, diz uma das manifestantes, criticando a falta de espaço para o comércio e, sobretudo, para a venda de alimentos. Mas as carícias são várias, sendo a pobreza o foco central de todas elas. “Não há emprego, queremos dignidade, ensino académico”. A reportagem é de João Fernando Ramos, enviado especial da TVI/CNN Portugal a Luanda.

África

Mais África

Patrocinados