"Apenas destruímos cidades e não libertámos ninguém". Paraquedista russo arrependido condena invasão da Ucrânia

23 ago, 11:48

A justificação do Kremlin para invadir a Ucrânia "é uma mentira". Quem o diz é o paraquedista russo Pavel Filatyev, que condenou publicamente a guerra na Ucrânia, desencadeada pelo seu país. 

À CNN, Filatyev diz que os seus companheiros estão cansados, famintos e desiludidos. "Fomos arrastados para um conflito grave, onde apenas destruímos cidades, e afinal não libertámos ninguém", explica.

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados