Antes da invasão em Brasília, já o movimento bolsonarista crescia nas redes sociais

9 jan, 21:07

A ideia de uma invasão já circulava nos grupos pró-Bolsonaro muito antes de o plano ter sido posto em prática.

Muitos manifestantes viviam há dias num acampamento de vigilantes, em protesto contra a tomada de posse de Lula da Silva. 
Também nas redes sociais, sobretudo no Telegram e no WhatsApp, eram públicos os apelos para que os apoiantes de Bolsonaro avançassem para Brasília.

Além disso, em dezembro, grupos de extrema-direita tinham dado sinais de que as manifestações poderiam facilmente escalar para a violência.

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados