Alunos proibidos de frequentar Cidadania em Famalicão: "A escola será o maior garante para zelar pelos interesses superiores dos jovens"

5 jul, 17:50

O Ministério Público quer que os dois alunos de Vila Nova de Famalicão proibidos pelos pais de frequentarem a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento sejam colocados à guarda da escola "durante o período escolar". Para a advogada Patrícia Baltazar Resende, especialista em Direito da Família, 

Educação

Mais Educação

Patrocinados