Alívio, reputação, imagem, opinião pública. Quais podem ser os objetivos de Putin com o cessar-fogo durante o Natal ortodoxo?

6 jan, 10:29

Já começou o cessar-fogo de 36 horas ordenado por Vladimir Putin, acedendo ao pedido do patriarca da Igreja Ortodoxa Russa, que pediu uma trégua nas hostilidades por ocasião do Natal ortodoxo. 

Iniciou-se esta sexta-feira ao meio-dia na Rússia (menos três horas em Portugal) e vai prolongar-se até à meia-noite de domingo.

André Matos, professor de Relações Internacionais, considera que, do ponto de vista político, esta decisão tem vários objetivos: criar um alívio em alguns cenários onde Putin está a ser mais pressionado; manchar a imagem da Ucrânia, depois desta ter "desconsiderado" esta proposta "alegadamente genuína e com boas intenções"; e ainda "conceder à opinião pública russa um sentimento de respeito pelas suas celebrações e a própria religião". 

Europa

Mais Europa

Patrocinados