Alguns fugiram e agora rezam com os ucranianos. Os russos que vivem em Portugal e que sofrem à distância com a guerra

9 abr, 21:12

Hoje em dia vivem cinco mil cidadãos russos em Portugal. Muitos dizem que começaram a ser alvo de ofensas e discriminação desde o início da invasão russa na Ucrânia.

Alguns deles saíram do país de origem por discordarem das opções do governo, e agora rezam lado a lado com os ucranianos pelo fim da guerra.

São filhos da Rússia, mas cortaram ligações com o país que os viu nascer. Também eles sofrem as consequências de uma guerra que já dura há cinco semanas.

Uma reportagem da TVI (do mesmo grupo da CNN Portugal) realizada por Sofia Fernandes e com imagem de João Sottomayor.

País

Mais País

Patrocinados