Além de dinheiro, autarca de Espinho terá recebido mobília como suborno

17 jan, 14:07

O ex-presidente da Câmara de Espinho, agora em prisão preventiva por suspeitas de corrupção, terá recebido dinheiro vivo da parte de um empresário da construção civil para este garantir um negócio urbanístico. 

O suborno também terá sido feito com várias peças de mobiliário, num valor superior ao que recebeu em dinheiro.

País

Mais País

Mais Vistos

Patrocinados